cafes

O café é muito apreciados pelos brasileiros. Porém, nem toda bebida feita com grãos de origem africana são iguais. As diferenças entre café espresso e coado, vão além do modo de preparo.

O modo como a bebida é tirada pode influenciar até mesmo na quantidade de cafeína que ficará concentrada na xícara, explica especialistas.

Os cafés filtrados costumam ter maior teor dessa substância do que os espressos pois ficam mais tempo em contato com a, que extrai uma quantidade maior de cafeína.

O tradicional cafezinho coado é um hábito mantido por gerações em diversos países.

Café coado (seja em filtro de papel, seja no de pano) é o mais tradicional. Ele é menos denso, pois fica mais tempo em contato com a água, o que suaviza seu aroma e seu sabor. Não é só no Brasil que esse método de preparo é um costume secular. Na maioria dos países, é o método de preparo por excelência, como no Japão e as nações da Escandinávia.

Já o café espresso, tirado em uma máquina especial, é mais concentrado e consistente. Seu aroma também é mais intenso, e a quantidade de material sólido (pó) dissolvido é maior por volume de água, se comparada à quantidade presente no café coado.

Para quem aprecia um bom café, o cardápio da Verace  Gelato e Caffè Italiani é recheado por diversas bebidas feitas com essa iguaria, elaborado com produtos de qualidade para oferecer o melhor aos clientes.